"Importante"

Importante:
Vale lembrar que este blog não pretende de qualquer forma prejudicar bandas, artistas ou gravadoras, pelo contrário o objetivo é sempre divulgar e compartilhar diversão, cultura e educação.

Então se de alguma forma você se sentir prejudicado pelo blog, solicito que envie um email para (progrockcontramao@hotmail) que prontamente deleto o material escrito ou link. O mesmo vale para pedidos e sugestões.

Todos os álbuns aqui postados foram adquiridos de forma legal em vinil ou cd, em lojas especializadas, sebos ou com amigos e sugiro que após ouvir algo que goste procure comprar o original.

Divirtam-se e aproveitem o espaço que é nosso.
Obrigada
Márcia Tunes
---------------------------------------------------------
Important:
Remember that this blog is not intended in any way injure bands, artists and record labels, rather the goal is to always disclose and share fun, culture and education.

So if somehow you feel harmed by blog, please send an email to (progrockcontramao @ hotmail) that promptly delete the written material or link. The same goes for requests and suggestions.

All albums posted here were purchased legally on vinyl or CD, in specialty stores, book stores or with friends and I suggest that after you hear something you like try to buy the original.

Have fun and enjoy the space that is ours.
Thanks
Marcia Tunes

Para os Krautmaniacos



Visite meu novo blog totalmente dedicado ao Krautrock, divirta-se! Curta, comente, compartilhe!

Visit my new blog devoted entirely to Krautrock, enjoy, comment, share!

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Neil Young - Comes a Time (1978)

Neil Young, sabe aquele!!! rsrsrsrs........

Adoro este álbum

Altamente Recomendado!!!


All songs were written by Neil Young, except where noted. Crazy Horse appear on "Look Out For My Love" and "Lotta Love".

"Goin' Back" – 4:43
"Comes a Time" – 3:05
"Look Out for My Love" – 4:06
"Lotta Love" – 2:38
"Peace of Mind" – 4:11
"Human Highway" – 3:09
"Already One" – 4:53
"Field of Opportunity" – 3:08
"Motorcycle Mama" – 3:08
"Four Strong Winds" (Ian Tyson) – 4:07

Neil Young – guitar, harmonica, vocals, production
Frank Sampedro – guitar, vocals
Billy Talbot – bass, vocals
Ralph Molina – drums, vocals
Tim Mulligan – saxophone
Nicolette Larson – harmony vocals
Ben Keith – steel guitar
Karl Himmel – drums
Tim Drummond – bass
Spooner Oldham – piano
Rufus Thibodeaux – fiddle
Joe Osborn – bass
Larrie Londin – drums
J. J. Cale – electric guitar
Farrel Morris – percussion
Rita Fey – autoharp
Grant Boatwright, John Christopher, Jerry Shook, Vic Jordan, Steve Gibson, Dale Sellers, Ray Edenton – acoustic guitars
Shelly Kurland, Stephanie Woolf, Marvin Chantry, Roy Christensen, Gary Vanosdale, Carl Goroditzby, George Binkley, Steve Smith, Larry Harvin, Larry Lasson, Carol Walker, Rebecca Lynch, Virginia Ghristensen, Maryanna Harvin, George Kosmola, Martha Mccrory, Chuck Cochran – strings
Ben Keith – production (except on tracks 3, 4 and 8)
Tim Mulligan – production (except on track 7)
David Briggs – production (on tracks 3 and 4)
Tim Mulligan, Michael Laskow, David McKinley, Danny Hilly, Mike Porter, Denny Purcell, Rich "Hoss" Adler, Ernie Winfrey, Gabby Garcia, Paul Kaminsky – engineering
Elliot Roberts – direction
Tom Wilkes – art direction
Coley Coleman – photograph

Download

4 comentários:

Roderick Verden disse...

É difícil um disco do Neil Young ser ruim. Mesmo aquela fase camaleão dos anos 80, eu gosto. Os álbuns que não sou muito chegado são: um de rockbily, que Young está de topetinho na capa; e o primeiro LP e o "Ragged Glory" também não fazem minha cabeça. "Comes a Times" é ótimo. Tenho o vinil nacional.

fabiopires disse...

Esse álbum de Neil Young é certamente um de seus melhores.Discordo, democraticamente (hehe) com o post acima que citou o álbum de rockabilly de Young de 83 (Everybody's Rockin').Esse é um dos grandes trabalhos de Young, principalmente na canção 'Payola Blues' onde o mestre critica a política do jabá tão conhecida nos EUA desde a década de 50.Soberbo, talvez menos àqueles que não apreciem um bom rockabilly.Convido os colegas ao meu blog amusicalidade.blogspot.com.Vida longa ao Contramão !!

Márcia Brasil disse...

Meninos, adoro este disco, tbm acho complicado alguem achar um trabalho do NY ruim, mas todo artista tem suas fases ruins, e ruim é muito relativo, não acham!
Enfim...obrigada pela visita, comentários e carinho, beijos

sarneba disse...

Eu adoro o "Harvest"!